John brinca que queria decapitar Paul em capa de disco

Em 1966, a Capitol Records decidiu lançar um álbum chamado “Yesterday and Today”, com algumas canções que haviam sido excluídas das versões americanas abreviadas de “Help!” e “Rubber Soul”, junto com os compactos “Paperback Writer” e “Rain”. Apesar do método repulsivo praticado frequentemente pela Capitol, os Beatles deveriam fornecer uma capa para o disco. Eles foram estimulados a cederem uma foto de alguma sessão fotográfica antiga, mas queriam alguma coisa diferente. Brian Epstein logo entrou em ação e colocou-os em contato com Robert Whitaker, um fotógrafo que usava ideias mais surrealistas e ousadas. 

1

No dia 25 de março, os Beatles foram a um estúdio alugado por Whitaker em uma área elegante de Londres, no segundo piso de um prédio em 1 The Vale, no Chelsea. Ao entrarem no estúdio, se depararam com restos de açougue, como linguiças com pimenta, cabeça de porco e carnes cruas, além de aventais e bonecas desmembradas. Aos poucos, o fotógrafo começou a compor a cena da sessão. John, Paul, George e Ringo foram fotografados segurando um monte de linguiça, que representaria o cordão umbilical, para enfatizar que eles eram seres humanos e nasceram da mesma forma que todos os outros, à frente de uma jovem sentada em um banco de madeira. Além de John segurando uma caixa de papelão com o número 2.000.000 com Ringo “dentro” e George martelando pregos enormes de carpinteiro na cabeça de John, chamando a atenção para o fato de que eles eram completamente reais. Depois, Bob pediu que os Beatles vestissem os aventais, sentassem em um banco e distribuiu as carnes pelo colo do grupo, com uma cuidadosamente posta no ombro direito de John. No começo, aquilo tudo soava “grosseiro e estúpido” e um tanto quanto confuso para eles. No entanto, no final da sessão, quando Whitaker colocou quatro bonecas decapitadas entre eles e deu a cabeça para segurarem, a banda começou a entender o que realmente significava tudo aquilo. Era exatamente como os Beatles se sentiam, com seus discos sendo “esquartejados”. Décadas depois, Bob Whitaker negou que a capa fosse um protesto dos Beatles em relação ao tratamento recebido da imprensa e do público, dizendo que a ideia fora inteiramente sua. De qualquer forma, de uma maneira ou de outra, a banda se sentia realmente assim. 

2

A capa fora entregue à Capitol na semana seguinte. Infelizmente para a gravadora, cerca de 750 mil exemplares já haviam sido impressas para o mercado americano, além do material promocional, quando os executivos avisaram Alan Livingston, o presidente da Capitol, sobre o sentido daquela capa. Ele ordenou que todas as capas fossem tiradas de circulação, mas, levando em consideração a ansiedade que um lançamento dos Beatles provocava, alguns exemplares acabaram se salvando. Por conta da raridade, elas se tornaram valiosas peças de colecionador, mais procuradas até do que os discos que foram cobertos por um adesivo com outra capa, a maneira mais barata adotada para a substituição dos discos que já estavam impressos. Sabendo da raridade da capa original, até mesmo os Beatles acabaram guardando alguns exemplares consigo. 

3

Em 1978, 12 anos após o lançamento, John Lennon ainda guardava algumas cópias, e acabou enviando um exemplar para um destinatário desconhecido, com um breve comentário anexado. Nele, John brinca que a ideia original era decapitar Paul, mas ele não havia aprovado. Hunter Davies diz que o proprietário atual é Pete Nash, que a comprou em um leilão em 1995. Segundo Pete, é provável que o sortudo destinatário da raridade devesse ser um amigo muito próximo ou um parente. 

4

O que eu posso dizer? Esta é a famosa capa do “açougueiro”. É tão horrorosa & bááá até de ver! (Então não olhe) mas pode vendê-la por 11 milhões de dólares. Minha ideia inicial para a capa era melhor – decapitar Paul – mas ele não concordou

John Lennon

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s