A história da canção Help!

Depois que os Beatles se separaram, John sempre citou “Help!” como uma de suas canções favoritas da banda. Ele dizia gostar dela por ser “real” e seu único arrependimento era que, por motivos comerciais, a banda tenha transformado uma canção à moda Dylan em uma canção alegre dos Beatles.

John costumava colocar suas revoltas nas canções. “Help!” foi escrita a partir de uma de suas “depressões profundas”. John havia se tornado milionário e se sentia encurralado pela fama, estava comendo e bebendo excessivamente, desanimado com o rumo que a banda tomava e mantinha um casamento frio e falso com Cynthia. “Eu estava gordo e deprimido, estava mesmo gritando por socorro”, declarou mais tarde, depois de anos de psicoterapia. 

2

Logo que Dick Lester informou que o nome do novo filme dos Beatles seria “Help!” (chegou-se a pensar em “Eight Arms To Hold You”), John começou a compor a canção. Paul lembra que foi imediatamente convocado a ir até Kenwood, a residência dos Lennon, para ajudá-lo a terminar a composição. Em uma sessão de apenas duas horas no solitário estúdio caseiro de Kenwood, a música foi finalizada, como um verdadeiro pedido de socorro disfarçado pelas exigências profissionais. Maureen Cleave, uma jornalista londrina que ajudou na letra de “A Hard Day’s Night”, achava que John deveria começar a usar palavras com mais de uma sílaba. “Help!” foi a primeira tentativa real de fazer isso, e ele conseguiu encaixar “self-assured”, “appreciate”, “independence” e “insecure”. 

the-beatles-help-movie-poster

As gravações aconteceram no dia 13 de abril de 1965, uma terça-feira, no estúdio dois, em Abbey Road. Do take 1 ao 8, a gravação foi concentrada na faixa rítmica, apenas instrumental. As primeiras vozes só começaram a ser introduzidas no take 9. O take 10 foi completo, o 11 teve um falso inicio e o melhor e definitivo foi o take 12, com a famosa introdução descendente de guitarra de George Harrison.

No filme “Help!”, dirigido por Dick Lester, a música foi usada na seqüência inicial, na qual cenas preto e branco dos Beatles foram projetadas em uma tela montada em um templo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s